Roda de conversa sobre sustentabilidade na escola

Elenice de Freitas Sais defendeu uma dissertação de mestrado sobre a Escola Caminho do Meio e estará presente para uma roda de conversa sobre os resultados. Vai ser no próximo sábado, das 8h30 às 10h, na Escola Caminho do Meio. Vagas são limitadas. Inscrições aqui.

Abaixo, título e resumo da dissertação,

 

SUSTENTABILIDADE NA ESCOLA CAMINHO DO MEIO.
UMA EXPERIÊNCIA NO SUL DO BRASIL.

RESUMO

O presente estudo refere-se a uma pesquisa de campo, de natureza qualitativa e exploratória, sendo um   estudo de caso, realizado na Escola Caminho do Meio em Viamão, Rio Grande do Sul, Brasil. Foram utilizados como instrumentos para a coleta de dados, entrevistas com a equipe pedagógica da escola e o idealizador da escola, imersão e observação participante, uso de registros fotográficos para melhor ilustrar o campo de estudo e suas atividades. Tem como objetivo compreender as contribuições da proposta pedagógica da Escola Caminho do Meio a uma educação e sociedade mais sustentáveis. Como resultados encontrou-se que a escola apresenta um modelo transdisciplinar em educação, que através da Pedagogia da Mandala, articula a cada bimestre do ano letivo, as cinco sabedorias budistas, com o princípios norteadores, as estações do ano e os elementos da natureza. Tem como princípio ou eixo norteador mais importante na sua prática pedagógica a sustentabilidade que está relacionada a sabedoria da causalidade, que vem ensinar sobre nossas ações e suas reações. A visão de sustentabilidade apontada pela escola, aparece quando esta busca educar de forma integral a criança, compreendendo a existência da inseparatividade do mundo interno e externo, do dentro e do fora. A escola busca educar imersa numa cultura de sustentabilidade, através da observação dos processos naturais da vida, que ocorrem nas relações entre o homem e a natureza e também na relação entre as pessoas. Outra contribuição na discussão da sustentabilidade é que a escola busca apoiar-se na visão dos povos tradicionais, principalmente os indígenas, por considerar que estes, tem um olhar mais conectado com a Terra, historicamente viveram em equilíbrio e de forma harmoniosa e respeitosa com a natureza.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s